Cuidados no pós-operatório de otoplastia

A otoplastia, também conhecida como cirurgia para a correção de orelha de abano, visa melhorar a forma, a posição ou as proporções das orelhas. O procedimento pode ser realizado em qualquer idade, porém, em crianças é recomendada a execução por volta dos oito anos, quando cerca de 90% do crescimento final da orelha está completo.


A cirurgia é realizada através de uma incisão no sulco atrás da orelha, reposicionando a cartilagem mais próxima à cabeça, pode retirar excesso de cartilagem e criar as dobras cartilaginosas que caracterizam essa parte do corpo.


Devido à delicadeza da cartilagem e às numerosas curvas existentes, a recuperação da otoplastia leva, normalmente, cerca de dois ou três meses, tempo necessário também para a completa regressão do edema (inchaço).


Durante o período de recuperação é preciso manter repouso absoluto por dois ou três dias, mantendo a cabeça sempre elevada. O curativo em forma de “capacete” colocado no final da cirurgia pode ser retirado após entre um e três dias. Após a retirada do capacete o paciente pode tomar banho com água morna normalmente.



Sendo que o paciente deverá utilizar uma faixa elástica compressiva por cima das orelhas por cerca de dois meses, na primeira mantendo a faixa 24 horas por dia (retirando apenas para banho e higiene) e depois utilizando por 12 horas diárias (na hora de dormir).


Vale ressaltar que os pacientes submetidos à otoplastia não devem tracionar as orelhas de forma alguma, para não arrebentar os pontos, portanto é preciso tomar muito cuidado, mesmo nas atividades diárias.


As atividades físicas só podem ser retomadas após quatro a seis semanas, sendo que qualquer modalidade com risco de traumatismo deve ser evitada por no mínimo dois meses.


Os resultados da otoplastia são bastante satisfatórios e podem ser notados a partir do terceiro dia, com a retirada dos curativos. Mas a aparência definitiva das orelhas só pode ser analisada a partir do segundo mês após a cirurgia.


Para que a recuperação seja tranquila e ocorra da melhor maneira possível, e no menor tempo, é fundamental seguir todas as prescrições e as demais orientações dadas pelo cirurgião plástico.


Assim como, todas as dúvidas devem sempre ser esclarecidas com o médico, seguir as orientações do cirurgião é o mais importante na sua recuperação, seja de otoplastia ou de qualquer outra cirurgia plástica.



Autor: Dr. Marco Aurélio Guidugli - Médico com mais de 16 anos de Experiência formado pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP, Mestrado na Universidade de São Paulo -USP e mais de 12.000 cirurgias realizadas. Cirurgião Plástico Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Especialista em Cosmiatria, Cirurgias Plásticas Faciais e de Contorno Corporal.