© 2020 Dr. Marco Aurélio Guidugli - CRM-SP 115.842 - RQE 39.781

BLEFAROPLASTIA

Esta cirurgia permite-nos colocar as cicatrizes bastante disfarçadas, o que é muito conveniente nos primeiros meses. Para melhor esclarecê-lo sobre a evolução cicatricial, vamos relatar os diversos períodos pelos quais as cicatrizes normalmente passarão:



 

• PERÍODO IMEDIATO: Vai até o 30º dia e apresenta-se com aspecto pouco visível.
Alguns casos apresentam uma discreta reação aos pontos ou ao curativo.

• PERÍODO MEDIATO: Vai do 30º dia até o 12º mês. Neste período há o espessamento natural da cicatriz, bem como se inicia uma mudança de sua cor, passando para mais escuro que vai, aos poucos, clareando. Não podemos apressar o processo natural da cicatrização, e o período tardio geralmente diminui os vestígios cicatriciais.

• PERÍODO TARDIO: Vai do 12º ao 18º mês. Neste período, a cicatriz começa a tornar-se mais clara e menos consistente, atingindo, assim, o seu aspecto definitivo.
Qualquer avaliação do resultado definitivo da cirurgia, no tocante à cicatriz, deverá ser feita após este período.

ONDE SE LOCALIZAM AS CICATRIZES?
As cicatrizes podem ser peri-areolares, quando houver a necessidade de ressecção de glândula, ou pequenas incisões de cerca de 1cm nos sulcos mamários, quando optar-se pela lipoaspiração apenas.

COMO FICARÃO AS CICATRIZES?
As cicatrizes serão permanentes, e vão se modificando com o decorrer do tempo. Cada paciente comporta-se diferentemente de outro, em relação à evolução das cicatrizes, podendo, mesmo, em alguns casos, tornar-se imperceptível.

Certos pacientes podem apresentar tendência à cicatrização inestética (cicatriz hipertrófica e quelóide). Este fato deverá ser discutido, durante a consulta inicial, bem como suas características familiares.
Vários recursos clínicos e cirúrgicos nos permitem melhorar tais cicatrizes inestéticas, na época adequada. A cicatriz hipertrófica ou quelóide, não devem ser confundidas, entretanto, com a evolução natural do período mediato da cicatrização. Qualquer dúvida a respeito da sua evolução cicatricial deverá ser esclarecida durante seus retornos pós-operatórios, quando se pode fazer a avaliação da fase em que se encontra.

EXISTE CORREÇÃO PARA CICATRIZES HIPERTRÓFICAS E QUELÓIDES?
Vários recursos clínicos e cirúrgicos nos permitem melhorar tais cicatrizes inestéticas, na época adequada. Não se deve confundir, entretanto, o “período mediato” da cicatrização normal (do 30º dia até o 12º mês) como sendo uma complicação cicatricial. Qualquer dúvida a respeito da sua evolução deverá ser esclarecida com seu médico.

COMO FICARÃO AS MAMAS NO PÓS-OPERATÓRIO?
O intuito da cirurgia é proporcionar uma harmonia entre o volume das mamas e o tamanho do tórax. A mama operada passará por vários períodos evolutivos em função do processo cicatricial.

• PERÍODO IMEDIATO: Vai até o 30º dia. Neste Período, apesar das mamas se apresentarem com aspecto melhorado, sua forma e volume ainda estão aquém do resultado planejado.

• PERÍODO MEDIATO: Vai do 30º dia até o 3º mês - Neste período, a mama começa a apresentar uma evolução que tende à forma definitiva. Ainda existe, neste período, um certo grau de “inchaço” das mamas; além disso, o aspecto cicatricial encontra-se em plena fase de transição.

• PERÍODO TARDIO: Vai do 3º até o 18º mês. É o período em que a mama atinge seu aspecto definitivo (cicatriz, forma, consistência, volume, sensibilidade, etc.).

QUAL O TIPO DA ANESTESIA UTILIZADA?
Normalmente local ou peridural com sedação. A anestesia geral pode ser utilizada em alguns casos.

QUANTO TEMPO DURA O ATO CIRÚRGICO?
Em média de 1 à 2 horas. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois, esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória.

QUAL O PERÍODO DE INTERNAÇÃO?
Geralmente de 12 a 24 horas.

O PÓS-OPERATÓRIO DESTA CIRÚRGICA É DOLOROSO?
Eventualmente poderá ocorrer manifestação dolorosa, geralmente associada ao movimento dos braços que costuma regredir com analgésicos comuns.

SÃO UTILIZADOS CURATIVOS?
Sim. Curativos elásticos e/ou modelantes, que devem ser trocados pela equipe médica. Além do uso de malhas compressivas modeladoras por aproximadamente 30 dias.

QUANDO SÃO RETIRADOS OS PONTOS?
Entre o 8o. e o 14o. dia pós-operatório.

QUANDO PODEREI RETORNAR AOS MEUS EXERCÍCIOS?
Depende do tipo de exercícios e da evolução individual, não existe um período padrão. Exercícios pesados devem aguardar de 30 a 45 dias.